As formigas estão na sua cozinha? Saiba como resolver esse problema.

4

 

Principalmente no verão as formigas doceiras ou domésticas costumam invadir cozinhas. A grande dúvida é: Como acabar com elas?

Primeiramente saiba que o uso de inseticidas não é aconselhável.

Você já pensou que sua casa pode oferecer abrigos para as formigas e por isso elas persistem em aparecer?

Sendo assim, ofereça uma isca para as formiguinhas: pode ser mel ou açúcar umedecido. Elas virão e mostrarão para você onde elas se escondem.

Será trabalhoso, mas você precisará tampar todas as frestas que oferecem abrigos a elas. Para isso você pode utilizar massa de vedação, sabão ou qualquer outro material vedante. Antes da aplicação injete um pouco de água e detergente, que atuam na camada protetora da formiga.

Um dos lugares que elas gostam de aparecer são as tubulações de energia elétrica. Nestes espaços basta jogar um pouco de talco.

Financiamento imobiliário, o que mudou?

base-foto-blog

 

Com as mudanças das taxas e regras da Caixa Econômica Federal para o financiamento imobiliário, que passaram a valer em maio deste ano, quem comprar um imóvel usado pelo SFH (Sistema Brasileiro de Habitação) deverá dar uma entrada de no mínimo 50% e financiar a outra metade. Antes, a entrada mínima era de 20%. No caso do SFI (Sistema Financeiro Imobiliário), o valor mínimo da entrada passou para 60% e o consumidor pode financiar os outros 40%.

Todos os bancos sinalizaram algum tipo de mudança. São exemplos o Itaú e o Santander que reduziram o LTV (Loan-To-Value) de 80% para 75% e 70%, respectivamente. Após o aumento da taxa de juros no BB e na CEF, todos os principais bancos terminaram o mês de maio com taxas mais elevadas.

Já ouviu falar em portaria à distância para condomínios?

base-foto-blog

 

O medo de ser vítima de um arrastão no prédio faz parte do cotidiano não apenas dos moradores, mas também dos funcionários de condomínios. Por isso, muitas empresas de segurança buscam criar novas soluções para diminuir esse risco.

Desse trabalho surgiu a portaria à distância. A ideia é eliminar a tradicional guarita do prédio e controlar o fluxo de pessoas de uma central de atendimento, equipada com câmeras, computadores e outros sistemas que agilizam a entrada e saída de moradores, além de visitantes. O que você acha desse projeto? Deixe seu comentário!

Documentos e comprovantes: Saiba por quanto tempo guardar.

base-foto-blog

 

Guardar por cinco anos:
– os tributos ( IPTU, IPVA, Imposto de Renda e outros);
– contas de água, luz, telefone e gás;
– recibos de assistência medica;
– recibos escolares;
– pagamento de cartões de créditos;
– recibos de pagamentos a profissionais liberais;
– pagamento de condomínios.

Guardar por três anos:
– os recibos de pagamentos de aluguel;
– recibos de diárias de hotéis;
– recibos de pagamento de restaurante.

Guardar pelo período do contrato:
– comprovante de pagamento financiamento imobiliário.

Dar atenção redobrada aos comprovantes abaixo (manter por…):
– seguros em geral (vida, veículos, saúde, residência etc): 1 ano após o término da vigência
– extratos bancários: 1 ano
– recibos de pagamento de aluguéis: 3 anos
– taxas e Impostos Municipais e Estaduais (Lixo, IPTU, IPVA, etc.): 5 anos
– contas de água, luz, gás, telefone (inclusive celulares): 5 anos
– condomínio: 5 anos
– mensalidades escolares: 5 anos
– faturas de cartões de crédito: 5 anos
– contratos e recibos de serviços de profissionais liberais como advogados, médicos, dentistas, etc.: 5 anos
– plano de saúde 5 anos
– declaração de Imposto de Renda e documentos anexados: 6 anos
– comprovantes de pagamento de financiamentos de bens como carros e imóveis até o término do pagamento de todas as parcelas ou após a entrega da escritura definitiva (imóveis) e/ou documento que oficialize a quitação (consórcio)
– notas fiscais até o término da garantia do produto
– documentos comprobatórios para aposentadoria junto ao INSS: 20 anos

Pia entupida? Como resolver e prevenir o problema.

base-foto-blog

 

Pia entupida é sinal de falta de manutenção de ralos e caixa de gordura.
O morador pode ter descuidado da manutenção da caixa de gordura. Ela normalmente fica instalada abaixo do piso, deixando ver apenas a tampa. Ela serve para impedir que a gordura dos alimentos chege até a rede de esgoto e é necessário fazer a sua manutenção de seis em seis meses em casas e de três em três em apartamentos, você sabia disso?

O processo de manutenção pode ser realizado por empresas especializadas ou pelo uso de bactérias que corroem a gordura acumulada.

Evite também que restos de alimentos caiam no escoamento da pia da cozinha, pois isso pode entupir o encanamento. Para isso, opte pelo uso de uma rede metálica ou plástica para proteger o buraco da pia, com ela você consegue recolher os resíduos e jogá-los diretamente no lixo.

Outra dica é jogar água fervente no cano, que desprende a gordura que fica presa nele.
O desentupimento pode ser feito, ainda, com produtos à base de soda cáustica (à venda em lojas especializadas ou supermercados). A substância é jogada no ralo, age por alguns minutos e depois é limpa com água corrente, sem que a pessoa encoste nela pois deve-se tomar muito cuidado, já que a substância é corrosiva e tóxica.

Se nada disso resolver o problema, entre em contato com uma empresa especializada.

Coifa, depurador ou exaustor: o que é melhor?

base-foto-blog

Coifa:

Suga o ar, filtra-o e o expele na cozinha por meio de dutos com saída pelo teto, laterais, forro ou parede. Ideal para cozinha gourmet, principalmente aberta para living.

Depurador:
Filtra o ar e o devolve ao espaço mais de uma vez, tornando-o mais limpo.
É mais indicado em apartamentos com cozinhas menores, pois é mais compacto e possui um custo menor.

Exaustor: Troca o ar quente presente no espaço por outro frio, não faz nenhum tipo de purificação de ar como nos casos anteriores. Por não purificar o ar, este não é a melhor das opções.

Como economizar energia elétrica no inverno?

base-foto-blog

 

É natural que no inverno o consumo de energia elétrica aumente devido ao maior uso de aparelhos com consumo alto de energia.

Porém, neste ano esse gasto ficou mais perceptível, pois houve um reajuste na taxa de cobrança, principalmente no Estado de São Paulo com uma média de 28,7%.

O que você pode fazer para economizar energia?

Use lâmpadas fluorescentes:
Elas ajudam a diminuir até 70% no consumo de energia e duram 10x mais que as incandecentes.

Opte por iluminação natural:
Antes de construir ou decorar uma casa, pense em áreas que possibilitem a entrada de luz natural. A cor das paredes, dos móveis e decoração também podem influenciar este fator, já que estes itens escuros demandam maior necessidade de iluminação para se obter um ambiente agradável.

Na hora do banho:
É difícil sair do chuveiro nessa época do ano não é mesmo? Mas faça um esforço para tomar banhos mais curtos, diminuindo não só o consumo de energia mas de água também. Tente também utilizar o chuveiro em temperatura adequada para o inverno, mas não tão elevada, isso ajuda a economizar.

Uso de aquecedores:
Diminua ou evite o uso de aquecedores, opte por deixar as entradas de ar frio mais fechadas nessa época do ano para preservar a temperatura quente na casa.

Cheiro ruim: Saiba como eliminar odores em diferentes situações

base-foto-blog

Urina e fezes de animais
Faça uma solução composta por um balde de água com desinfetante concentrado, utilize produtos a base de citronela e lave o local.

Ralos e vaso sanitário
Para acabar com o odor ruim nesses pontos da casa, utilize a mesma solução da dica anterior, com desinfetante.

Geladeira
Coloque um pequeno galho de alecrim.

Micro-ondas
Coloque uma vasilha de água com rodelas de limão para ferver dentro do aparelho por sete minutos em frequência máxima.

Cigarro ou banheiro recém-utilizado
Coloque álcool e cascas de duas mexericas em um recipiente aberto, como uma infusão.

Fritura
Esse cheiro sai passando um pano nas bancadas e no fogão com espuma de sabão amarelo em barra.

Proteja seu pet do frio

proteja-seu-pet-do-frio

Com os termômetros caindo, é hora de usar seu casaco mais quente. Se estiver em casa, dá para se esconder debaixo do cobertor. O que vale é nos aquecer, e com os pets não é diferente.

Embora não sintam frio como os donos, os animais precisam de cuidados redobrados no inverno. Porém antes de sair cobrindo seu pet com edredons e casacos de lã, saiba que cada espécie tem uma zona de conforto térmica própria.

A origem evolutiva de seu bichinho de estimação determina sua sensibilidade para temperaturas altas ou baixas. Se a espécie é natural de lugares mais frios, o inverno não o atingirá da mesma maneira que os bichos acostumados a climas tropicais.

É necessário ficar de olho nos sinais que o animal emite. Se treme e reclama muito, é hora de arrumar algum tipo de abrigo para ele.

Abaixo de 10 graus, praticamente todos os animais de estimação precisam de algum tipo de proteção da umidade e do vento. A maioria dos cães e gatos tem pêlos, então, um local coberto já é
suficiente. Agora para os de pelagem mais curta, um casaco ajuda a combater o frio.

Lembre-se o intervalo entre os banhos também precisa ser maior. E na hora do passeio procure sair quando a temperatura estiver mais agradável de preferência com sol e que o chão não esteja molhado.

Sites adaptados para celular já têm preferência nos resultados do Google

sites-adaptados-para-celular-ja-tem-preferencia-nos-resultados-do-google

A Google anunciou em fevereiro deste ano que passaria a dar preferência em resultados de buscas para sites adaptados para smartphones a partir de abril. A empresa já anunciou que essa medida já foi implementada em seu algoritmo, mas terá efeito apenas nas pesquisas feitas a partir de smartphones. Tablets e desktops não sofrerão qualquer alteração nesse sentido.

Essa novidade é uma tentativa da empresa de melhorar a experiência de usuários em aparelhos mobile e tentar diminuir a necessidade de ficar dando zoom em páginas não adaptadas para telas pequenas.

Contudo, isso não quer dizer que sites não otimizados desaparecerão por completo das pesquisas em celulares. Eles vão continuar a ser ranqueados, porém não ficarão mais no topo das listas caso sites similares contenham adaptação para o formato mobile.

Você pode conferir neste link https://www.google.com/webmasters/tools/mobile-friendly/ se seu site é considerado otimizado ou não pela Google.